Como introduzir a automação industrial nos processos da minha indústria alimentícia?

Redução de custos e potencialização de lucros: esses são os principais resultados da automação industrial. Saiba agora mesmo como implementá-la!

Ao optar por processos automáticos é possível alcançar a redução de custos, melhorar processos industriais e fazer com que a linha de produção renda muito mais. Mas, para que isso seja possível, é preciso contar com recursos tecnológicos capazes de dar um salto produtivo, como o uso de robôs, sistemas de controle, empacotadoras automáticas, entre outros.

Para atingir tais benefícios, a busca de uma produção mais eficiente se torna cada vez mais frequente: muitas indústrias estão em busca de automatizar o seu processo produtivo. E nesta busca, diversas são as dúvidas do que fazer, de como começar e qual equipamento escolher.

Se esse também é o seu caso, com este conteúdo você vai descobrir o que você precisa saber e decidir para dar os primeiros passos. Confira a seguir!

Para começar, o que é automação industrial?

A automação industrial pode ser definida como um método de produção que se apropria da utilização de máquinas eletromecânicas, softwares e equipamentos que substituem a mão de obra humana e são capazes de fundir tarefas, otimizando o tempo de produção.

Essas atividades realizadas se dividem em duas partes: a lógica e a física. Na lógica é possível perceber uma relação entre a automação e informática. Utilizando um sistema automatizado responsável pelo armazenamento de dados, é possível aprimorar tomadas de decisão. Já na parte física, é possível realizar tarefas manuais automaticamente.

Foi por volta de 1950 que tudo começou, quando os primeiros mecanismos de movimentação automática começaram a ser desenvolvidos. Naquela época, sistemas que nos últimos anos se tornaram comuns, como o fechamento de portas, climatização ou controle de velocidades começavam a se automatizar aos poucos e hoje, graças aos avanços, é possível conferir diversos benefícios.

Como saber quando é a hora de automatizar minha indústria?

O atual processo produtivo da sua indústria ainda faz sentido? Mesmo depois de tantos anos, você trabalha da mesma forma e a produção não tem erros? Não é necessário implantar melhorias? Como tudo no cenário industrial evolui e surgem novas tecnologias, é necessário observar essa situação com um novo olhar.

E também, ter em mente que a automação industrial é um avanço que requer uma avaliação minuciosa e uma solução muito equilibrada. Isso só será atingido se houver uma plena compreensão do processo, estudando as possíveis melhorias para o próprio funcionamento e objetivos a longo prazo.

Para saber se chegou o momento da sua empresa investir em automação, também é importante calcular a sua capacidade produtiva atual para identificar os gargalos da produção. O cálculo servirá como dado para análise posterior, sobre o tipo de automação mais conveniente para a sua situação.

Por onde começar?

É muito importante que se defina os objetivos com a automação a ser implantada. De nada adianta implantar equipamentos da mais alta tecnologia se eles não atenderem a um objetivo e auxiliarem os operários em suas atividades. Também é necessário entender o que motiva essa implementação e manter a sinergia entre a equipe, para que seja possível dar início ao projeto. Dessa forma, siga o passo a passo:

 

  • Mudança de mindset: reveja o seu plano de negócios;
  • Comece atualizando: utilize como critério seus equipamentos mais antigos e que mais suprem demandas;
  • Conecte equipamentos, armazene dados e mapeie processos: a integração será imprescindível para melhorar a fluidez e garantir melhores resultados;
  • Otimize a produção e faça um controle de qualidade: essa etapa será indicadora para dar os próximos passos. Agora é uma hora muito apropriada para utilizar os resultados do cálculo da capacidade produtiva, investindo também na redução de processos para minimizar desperdícios e dar início a novos investimentos (seja de tempo ou recursos); 
  • Organize o Big Data e realize a manutenção preditiva: isto é, organize e utilize os dados que você tem ao seu favor e faça a manutenção dos seus equipamentos de maneira inteligente, consequentemente reduzindo custos e preservando a vida útil das suas máquinas.

Quanto será meu investimento?

Investir em automação nem sempre possui o menor custo monetário, em primeiro momento. Isso pode parecer um ponto negativo, mas não é: a verdade é que o payback, na maioria das vezes se efetua em um período muito curto de tempo, ou seja, “a máquina se paga rapidamente”. Além disso, como você estará contando com um equipamento automático, será possível explorar novos métodos produtivos e ampliá-los expressivamente.

Também é necessário ter em mente que o custo de investimento também vai variar conforme a sua demanda e produção específica. Então, antes de se apavorar, o mais indicado é consultar as opções, buscar as alternativas condizentes com os seus objetivos para depois fazer um plano financeiro.

Por que devo investir em automação?

Ainda restam dúvidas sobre automatizar a sua indústria? Elenquei alguns benefícios que você ganha ao investir em automação industrial:

  • Menor desperdício e maior lucratividade na indústria: a automação é capaz de padronizar a produção, o que faz com que a sua dosagem e pesagem sejam mais precisas, eliminando desperdícios de produto, embalagens e de tempo;
  • Ganhar competitividade: para ser mais competitivo, é necessário investir em qualidade e agilidade. Com máquinas automáticas é possível ganhar muito diante desses dois aspectos, aumentando o potencial competitivo;
  • Reduzir gastos: com uma produção mais acelerada, menor desperdício e maior precisão, a redução de custos será nítida, sendo ela um pilar importantíssimo para a melhoria de gargalos produtivos;
  • Diminuir necessidade de mão de obra: demandando de menos intervenções humanas, ganha-se em três principais aspectos: redução do quadro de funcionários, resultando em menores custos com a mão de obra e menor desgaste físico dos colaboradores.

Agora que você já sabe como introduzir a automação industrial na sua empresa, saiba como escolher o fornecedor certo: o que esperar de empresas fabricantes de máquinas industriais?

Galeria de imagens