Descubra tendências de embalagens e empacotadoras

O mercado de embalagens, atualmente, busca aliar qualidade, bom preço e sustentabilidade. Confira nesse post, algumas soluções inovadoras!

As embalagens têm importância vital, especialmente para a indústria alimentícia, pois elas são responsáveis por manter a integridade dos produtos desde sua saída da fábrica, passando pelas etapas de armazenamento, transporte e distribuição, até a chegada ao consumidor final, preservando suas características e garantindo que eles continuem saudáveis para o consumo.

Hoje, os fabricantes de embalagens procuram aliar a qualidade à redução de custos e à sustentabilidade. Continue a leitura e conheça algumas tendências e soluções inovadoras em embalagens e pacotes!

 

Sustentabilidade 

A preocupação com a sustentabilidade e os efeitos a longo prazo da utilização de determinados materiais na produção de embalagens fez com que muitas indústrias adotassem outras soluções, como, por exemplo, as chamadas “embalagens verdes”, feitas a partir de materiais biodegradáveis. 

Com isso, está ocorrendo a troca do plástico convencional pelo plástico biodegradável ou pelo papel, que apresenta várias vantagens. Além do papel ser um material reciclável, também é uma ótima base para impressões gráficas de alta qualidade, facilitando o direcionamento do produto ao seu público-alvo.

Inclusive, há pesquisas que demonstram que os consumidores preferem adquirir marcas orgânicas premium se a embalagem tiver uma aparência natural. Siga com a leitura e conheça outras alternativas de embalagem!

 

Embalagem cartonada asséptica

As empresas fabricantes de embalagens longa vida para alimentos e bebidas vêm apresentando soluções focadas na redução de custos de manufatura, sustentabilidade e segurança alimentar. O cuidado ambiental inicia na extração de matérias-primas até o seu descarte final.

O resultado são embalagens assépticas produzidas com papel cartão certificado, capazes de reduzir em quase 30% a emissão de CO2 em comparação com uma embalagem convencional do mesmo formato.

 

Embalagem flexível para bebidas e pastosos

Já existe no mercado brasileiro um sistema de embalagem com bico e tampa, perfeito para acondicionar bebidas e alimentos pastosos. Além das características de uma embalagem flexível – sustentabilidade, praticidade para o consumidor final, leveza, variedade de volumes e formatos -, esse sistema se destaca por oferecer um alto nível de segurança alimentar.

O sistema também inclui um tratamento térmico que, junto com a barreira da estrutura da embalagem, amplia significativamente a vida de prateleira (validade) do produto. 

Em função de suas qualidades, esse tipo de embalagem é ideal para bebidas (alcoólicas e não alcoólicas), iogurtes, molhos, purês, baby foods e outros produtos alimentícios líquidos ou pastosos.

 

Filmes poliolefínicos 

A embalagem de produtos com filmes poliolefínicos encolhíveis em máquinas de alta produtividade é outra tendência atual, assim como o envase automatizado de alimentos fluidos em pouches (sacos) para produtos como molhos, sucos, requeijão, maionese, óleos comestíveis, leite condensado, coberturas, caldas e alimentos preparados. Outra tendência atual são as embalagens flexíveis esterilizáveis em autoclave, que substituem as latas.

 

Alternativas com base em produtos biológicos

Além de embalagens de papel, outra alternativa cada vez mais utilizada em substituição ao plástico convencional tem sido os bioplásticos. Apesar do crescimento de bioplásticos para fabricar embalagens ser lento em comparação ao aumento do uso do papel, é uma opção de material para embalagens que continuará crescendo.

 

Embalagens unitárias (on-the-go)

Outra tendência em expansão são as embalagens unitárias, utilizadas para alimentos e nutracêuticos, assim como as embalagens com dosagem pré-medida e as do tipo “bolha”.

 

Comunicação e mudanças no layout

Do mesmo modo que as alternativas de materiais para embalagens têm mudado, a comunicação também passa por modificações. Confira as principais tendências em layouts para embalagens:

  • Cores neutras: embalagens com design moderno têm apresentado cores mais neutras mescladas com tons pastéis, de modo que as informações do rótulo fiquem bem visíveis;

     

  • Minimalismo: nas embalagens minimalistas, são mantidas somente as informações essenciais, destacando, por exemplo, os ingredientes (que é um ponto bastante observado pelos consumidores);

     

  • Estética retrô: a estética vintage das embalagens tem se tornado cada vez mais popular, principalmente para bebidas e alimentos. Além da utilização de fontes vintage, os rótulos são mais ilustrados, com letras manuscritas.

     

  • Gradientes com cores neon: o uso de gradientes dá uma sensação visual de algo novo e a mistura de cores neon tem sido bastante usada, especialmente nas embalagens de produtos mais inovadores.

 

Gostou deste conteúdo? Aproveite para conferir outros artigos interessantes no nosso blog!

Galeria de imagens