Empacotadora: o que avaliar para escolher o melhor equipamento?

Você sabe o que a empacotadora certa pode fazer pela sua produção? Descubra como avaliar o melhor equipamento antes de realizar a compra.

Como escolher a melhor máquina empacotadora é um dos desafios de quem deseja automatizar ou aprimorar seu processo de produção ou ainda trocar de equipamento. Mas, na hora de fazê-lo, diversas dúvidas permeiam, certo?

Primeiro você precisa estar ciente de que a ausência ou então a máquina errada, podem acarretar em alguns prejuízos e também interferir nos processos da indústria.

O equipamento inadequado pode distribuir o produto no conteúdo do pacote de forma desproporcional, sendo que, quando ele excede o peso sugerido pela embalagem é a sua empresa que está perdendo, já quando ele não atinge o peso o consumidor pode ir atrás dos seus direitos.

A verdade é que a máquina deve se adequar perfeitamente às suas necessidades para que se evite desperdícios ou falhas no processo. Por isso, escolher o seu equipamento requer muita análise.

Afinal, o que deve ser levado em conta? Preço, tipo de empacotadora, seu dosador ou materiais utilizados? É exatamente sobre isso que eu vou lhe explicar a seguir!

Quais são os benefícios de investir em uma empacotadora?

As palavras que melhor definem a aquisição da empacotadora adequada para as suas necessidades são eficiência e rentabilidade. Para você entender melhor, veja em que você pode sair ganhando ao contar com a empacotadora ideal:

  • Redução de custos operacionais: menos processos, menos custos. Pense comigo: eliminar processos através da automação fazem com que sua indústria ganhe em tempo, eficiência e precisão;
  • Maior qualidade e padronização na embalagem do produto: a máquina empacotadora garante que as embalagens saiam perfeitamente iguais, com as soldas bem fechadas, evitando que o pacote abra ou rasgue no seu transporte;
  • Mais agilidade no processo: automação é sinônimo de agilidade. A máquina empacotadora não só melhora a qualidade da embalagem, mas também a velocidade na qual ela os produz. Por exemplo: um modelo como a Linepack SD 300 possui uma capacidade estimada para embalar 40 pacotes por minuto, já a Packer MS 1000, 35 por minuto. É muito mais agilidade;
  • Precisão de pesagem: além de agilidade e eficiência, com uma empacotadora você garante que o peso de todas as embalagens sejam iguais e correspondentes ao que diz na embalagem, evitando futuros problemas ou prejuízos;
  • Diminuição da necessidade de mão de obra: é claro que seu custo com recursos humanos irá diminuir, mas, acima de tudo você transmitirá mais bem-estar e qualidade de vida ao colaborador, já que estará isentando ele de um trabalho manual e repetitivo;
  • Maior competitividade: fica muito mais fácil competir no mercado quando você aumenta o seu potencial produtivo através da automação no empacotamento. Quando você potencializa a velocidade produtiva, a qualidade da embalagem também aumenta;
  • Maior diversidade de pacotes que podem ser produzidos: você também pode explorar diferentes layouts e formas presentes nos pacotes, tudo isso através de um único equipamento;
  • Baixo custo de manutenção: prefira projetos simples e bem executados, que favorecem a resistência da máquina e a facilidade de operação, reduzindo o risco de manutenções inesperadas.

Como escolher a melhor empacotadora?

Primeiramente, você deve estar ciente de que é um investimento a longo prazo. Por isso, você deve sim, analisar o potencial de investimento de sua empresa equiparando com o valor da máquina, mas existem outros itens além do âmbito financeiro que devem ser considerados nessa decisão:

1. Produto a ser empacotado

Na hora de adquirir uma empacotadora, antes de tudo, deve-se considerar o produto a ser embalado. Isso se deve porque o processo de empacotamento varia conforme o tipo de produto, por exemplo: se ele for líquido, com grãos homogêneos ou heterogêneos, seu tamanho, entre outros fatores. Tudo isso interfere na escolha do seu equipamento.

2. Formato da embalagem e material

Nessa etapa você deve observar o tipo de embalagem desejada para a operação que a máquina vai realizar. Quantas soldas o pacote terá? Qual o seu tamanho? Que tipo de alimento ele irá abrigar?

Você pode conferir um exemplo muito interessante no catálogo da Packer MS 1000. Ele explica sobre as diferentes embalagens que o equipamento pode fazer, tendo uma variação entre 3, 4 ou até 7 soldas, interferindo diretamente no formato da embalagem. Formato esse que pode ser de almofada, sanfonado, fundo plano, entre outros. Nesse sentido, o volume do pacote varia diante destas especificações.

3. Intenção produtiva

Nessa etapa você vai precisar realizar uma análise da capacidade produtiva da empresa e da necessidade que ela possui, com isso é possível selecionar a empacotadora correta.

Outro fator a ser levado em consideração na aquisição de uma empacotadora, é a sua vida útil e seu ciclo produtivo. Procure fazer projeções disso para identificar se a aquisição vale a pena. Por isso, tenha o máximo de informações sobre o equipamento, tudo é decisivo na hora de fazer a escolha.

4. Espaço disponível

É importante observar o espaço disponível para posicionar uma empacotadora, mas não apenas isso, é necessário fazer também uma projeção, para quem sabe futuramente colocar uma enfardadeira, por exemplo, a qual poderá atender a demanda de duas empacotadoras.

O ideal é que se pense a longo prazo, isso exige que você visualize as ambições de produção da empresa, isto é, a quais números a produção pretende chegar e a futura demanda a ser suprida por um ou mais equipamentos.

Também é necessário organizar o layout da empresa, isto é, saber onde cada equipamento vai ficar posicionado, levando sempre em conta que duas empacotadoras abastecem uma enfardadeira.

5. Assistência técnica e fornecedor

Outro fator que você deve se atentar desde o início da aquisição é o fornecedor da empacotadora. Opte sempre por aquele que lhe transmitir mais segurança, que cumpra com o que prometer e que seja comprometido com a produtividade de sua empresa.

Prefira uma marca nacional, proativa, presente e que você sabe que pode confiar, afinal, você precisa manter contato com o fornecedor para manutenções e para sempre que precisar. Por isso, antes de escolher o fornecedor, converse com quem já possui equipamentos dele e se certifique da qualidade em seus serviços.

Conheça a Perfil Maq

A Perfil Maq atua com excelência no setor metal mecânico, destacando-se no cenário nacional pela qualidade e otimização que oferece em seus equipamentos, atendendo a diversos setores do mercado.

Voltada para o ramo industrial, a empresa conta com equipamentos de alta tecnologia, simplificando processos e atendendo demandas específicas com eficiência.

Além disso, prestamos assistência de perto: 15 dias após a instalação de qualquer equipamento, realizamos uma visita até a indústria para verificar seu funcionamento. Estamos sempre à disposição para todas as eventuais necessidades que surgirem, trabalhando próximo ao cliente. Aqui a qualidade é garantida!

Que tal evoluir neste assunto? Converse conosco agora mesmo clicando aqui, ou ainda, conheça todas as nossas opções de empacotadoras clicando aqui!

Galeria de imagens