Payback: o que é e como calcular o investimento em um equipamento?

O payback se refere ao retorno de um investimento realizado. Saiba como calculá-lo agora mesmo e descubra como tomar decisões mais assertivas!

Investir em equipamentos com alto valor de aquisição mexe com qualquer decisor. É um investimento mais alto e de longo prazo, por isso, é importante analisar vários aspectos antes de fazer uma escolha e o payback é um de seus indicadores mais importantes.

O termo em inglês, significa “retorno sobre investimento”. Com ele é possível saber quanto tempo vai levar para a aplicação retornar e passar a dar lucro “puro”. E se você pudesse calcular o “payback” para saber em quanto tempo terá retorno sobre a compra de um equipamento?

Se você está em dúvida e quer saber se é melhor investir agora ou não, descubra com este material em quanto tempo seu equipamento vai se pagar. O cálculo é fácil e simples, confira a seguir!

O que é o Payback

De maneira bem resumida, o payback pode ser definido como o período de recuperação de uma verba investida. Seu cálculo se dá pelo intervalo de tempo entre o investimento inicial e o ponto em que o lucro líquido atinge o valor investido lá no começo.

Dentro do setor industrial, esse retorno é calculado sobre o investimento em equipamentos e aparatos produtivos. Supondo que a sua indústria tenha adquirido uma empacotadora automática, logo: ela vai otimizar processos, expandir a produção e reduzir a demanda com a mão de obra.

Esse investimento vai fazer com que, consequentemente você ganhe em tempo e dinheiro. Mas, em quanto tempo isso irá acontecer? É exatamente essa a pergunta que o cálculo do payback vai responder!

Vantagens do Payback

Quando se estabelece um controle sobre o investimento, é possível realizar uma projeção muito mais realista dos próximos passos dentro da produção e sobre a vida financeira da empresa. Além disso, a margem de erro sobre o investimento ao realizar o cálculo também se torna muito menor, já que você encontra resultados reais sobre o prazo de retorno. Além disso, é possível destacar que o payback:

  • Tem uma fórmula simples e acessível;
  • Realiza uma projeção da liquidez e dos riscos que seu negócio pode se submeter;
  • Reduz o grau dos riscos assumidos pela indústria, sendo um recurso que promove segurança.

Pegue sua calculadora: como calcular o Payback na prática

A fórmula payback é muito simples, porém, é necessário que se tenha alguns cuidados na hora de realizar o cálculo. É imprescindível que os custos relacionados ao investimento sejam de fato, reais, o que nem sempre é fácil para obter. Além disso, é necessário realizar também um planejamento adequado de caixa, outro indicador importante. Entenda a seguir como resolver o cálculo!

Payback simples

Para mensurar o retorno bruto sobre o investimento, a fórmula para gerar o cálculo é: (Investimento inicial / Economia mensal). Voltando ao exemplo da empacotadora automática: supondo que sua indústria tenha adquirido o equipamento por R$ 200 mil e passa a economizar uma média de R$ 7 mil por mês, o cálculo é feito da seguinte forma:

Payback = 200.000 / 7.000 = 28,571… logo, se espera que o retorno sobre esse investimento seja de 28 meses, ou seja, 2 anos e 4 meses. Os lucros após isso serão “limpos”.

Como saber qual a economia mensal?

Após calcular o payback simples, é necessário calcular o payback descontado. Para chegar ao seu resultado real, mensure a economia mensal, que no caso do exemplo, se refere aos 38 meses.

Para realizar esse cálculo também será necessário identificar os fluxos de caixa, abrangendo desde o investimento inicial até os fluxos operacionais do caixa. Para obter o valor dessa taxa pode ser obtido através do cálculo do custo médio ponderado de capital, conforme a tabela abaixo:

Payback: o que é e como calcular o investimento em um equipamento?

Com o fluxo de caixa a R$ 20.000, economia de R$ 7.000 é possível conferir o processo de payback do equipamento durante 36 meses, um retorno expressivo e muito benéfico para a empresa.

Outro cálculo que você precisa ter na ponta da caneta, é da capacidade produtiva da sua indústria. Aprenda agora mesmo como fazer esse cálculo e tenha uma gestão da produção mais eficiente.

Galeria de imagens