Automação industrial do processo de empacotamento: sua indústria alimentícia deve investir?

A automação industrial, na maioria das vezes é um sinônimo de avanço produtivo. Saiba como isso pode se encaixar na sua empresa!

O avanço tecnológico está cada vez mais ligado às indústrias. E claro, a automação industrial não ficaria de fora. Seja pela concorrência ou porque a sua empresa está dando indícios de que chegou a hora de automatizar a produção, a maioria dos gestores está percebendo que será impossível escapar da tecnologia.

Com o advento da Indústria 4.0, muitas indústrias se veem ficando para trás. Você também sente isso? Está querendo tornar o empacotamento da sua indústria mais eficiente? Será que comprar equipamentos é a solução? Se você quer acabar de vez com essas dúvidas, é só continuar com a leitura. Neste conteúdo você vai ver:

  • A comparação entre produção manual e automatizada;
  • As vantagens da automação industrial;
  • E se definitivamente você deve apostar nisso.

Confira a seguir!

Produção manual x produção automatizada

Com o processo produtivo manual o “carro chefe” das atividades são as intervenções humanas, trabalhos realizados a mão mesmo. Com ele, a preocupação com equipamentos e tecnologia é muito menor, no entanto, a qualidade na produção é muito inferior, além de, demorar mais, ter que lidar com as burocracias de contratação, buscar a mão de obra no mercado de trabalho e muitas vezes não encontrar alguém qualificado, entre outros.

Já nos processos automáticos, o “braço direito” da produção são os equipamentos industriais, incluindo até o uso de robôs, muitas vezes. Embora seu investimento seja, por muitas vezes elevado, é possível conferir um nítido crescimento da produção, seja em qualidade e quantidade. Além disso, o custo de tempo e dinheiro com as burocracias é reduzido e através da manutenção preditiva, você dificilmente “fica na mão”.

Para você entender de maneira mais palpável, nosso eBook faz os cálculos de viabilidade, mostrando com números reais a diferença entre os processos produtivos. Em uma mesma demanda produtiva foi possível ter um custo de R$ 127.739,9 (mês) com processos industriais manuais. Já com um sistema automatizado foi possível perceber uma redução de custos, que desceu para R$ 81.926,64 (mês).

Ou seja: economia de R$ 5.816,26 por mês. Faça o download e entenda agora mesmo como essa economia acontece!‬

A automação industrial e suas vantagens

Como vimos, a automação industrial é um subsídio que sai na frente em quesitos monetários e produtivos. Por isso, elenquei cada vantagem e explicarei na sequência como elas funcionam.

 

  • Redução de custos: isso porque ocorre uma redução de demandas supridas por intervenção humana, muitos custos fixos são eliminados;
  • Maior produtividade: porque a agilidade da automação é muito maior, fazendo com que se faça mais em menos tempo;
  • Padronização dos produtos: uma máquina dentro da indústria de alimentos é capaz de fazer com que todos os produtos saiam exatamente iguais, evitando problemas Legais, desperdício de produto ou insatisfação do consumidor;
  • Maior qualidade: pois os produtos alcançam um alto padrão de qualidade, fazendo com que todas as peças saiam iguais, com um acabamento melhor, soldas mais definidas e segurança ao longo de sua embalagem;
  • Ganho de competitividade: fica muito mais fácil atingir vantagens competitivas diante de um cenário que proporciona tantas melhorias na linha de produção. Você faz mais com menos, e ainda ganha em qualidade, aumentando muito o seu potencial competitivo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para qual indústria de alimentos vale a pena investir em equipamentos?

Para que a automação entregue os resultados desejados, siga este checklist:

Capacidade produtiva: olhe para a situação atual da sua produção e mentalize qual seria a produção ideal. Em seguida questione: vale a pena investir em equipamentos? E assim, um passo de cada vez, vá expandindo e implantando melhorias, afinal, você precisa vender aquilo que produziu a mais.

Tipo de produto: por questões de higiene, padronização da embalagem, segurança e estética, para todo produto alimentício é interessante que se invista em equipamentos de automação, como grãos, massas, erva-mate, balas e doces, cereais, ração etc.

Expansão: a sua indústria tem planos de expandir a produção e o tamanho? Esse pode ser um indício de que você precisa contar com equipamentos. Devido a dificuldade em encontrar mão de obra qualificada, as máquinas se tornam uma ótima alternativa e ajudam você crescer sem percalços.

Aumento da eficiência e redução de desperdício: a sua indústria tem alta taxa de desperdício de produto com o processo atual? Se isso acontece, implementar um equipamento pode lhe ajudar a reduzir até 35% do custo de processo de embalagem.

Avaliação técnica: um consultor técnico pode lhe ajudar avaliando se a sua indústria de alimentos tem viabilidade para implementar um projeto. Fique sabendo que comprar um equipamento não é tão simples, por isso, avalie se a empresa fabricante da máquina segue alguns requisitos e não acredite em qualquer uma que tentar lhe “empurrar” o equipamento sem explicar o que é necessário.

Percebeu como a automação vai além da inovação? Você ganha em rentabilidade, desenvolvimento, qualidade, redução de custos e desperdícios! Assim, a saúde da sua empresa só tende a melhorar. Saiba mais sobre como inovar no processo de empacotamento da sua indústria clicando aqui!

Galeria de imagens